Quer saber quanto custará o seu Tratamento de

Aparelho Dentário ?

Preço do tratamento de Aparelho Dentário ?

logo principal AngelSmile

Aparelho Dentário

Expansor palatino: o que é, os tipos e que casos permite tratar?

expansor palatino

O desalinhamento dentário, o bruxismo e as mordidas cruzadas são, normalmente, os problemas mais comuns que necessitam de tratamento ortodôntico. E, em muitos casos, para ajudar a devolver o bem-estar do paciente, é necessário ter que se recorrer ao expansor palatino.

Não sabe o que é? Então, descubra em que situações é que o expansor palatino é recomendado e para que este serve. 

Tire todas as suas dúvidas.

O que é o expansor palatino?

O expansor de palatino ou de palato é um instrumento de tratamento ortodôntico, que ajuda a solucionar problemas específicos, causados, geralmente, pelo estreitamento do palato.

Este aparelho pode ser fixo, chamado de Hyrax, ou removível. 

É distinto do aparelho dentário fixo – aquele que estamos mais habituados a ver – uma vez que não é composto por brackets, nem por fio metálico.

Normalmente, a estrutura do expansor palatino é composta por uma placa de acrílico e pode fixar-se nos dentes laterais, ou na parte lateral da boca. 

Além disso, é constituído por um parafuso no centro, que serve como chave, para que o paciente possa ativar e alargar o seu arco dentário.

expansor palatino: o que é

Para que serve?

O expansor palatino é usado, sobretudo, com o objetivo de: 

  • Expandir o palato, que, na maior parte das vezes, não consegue moldar-se ao arco dentário;
  • Redimensionar o arco dentário: permite o aumento do arco dentário do maxilar superior;
  • Criar espaços para alinhar os dentes.

O que é o palato?

“Palato”, maxila, ou “céu da boca”, como é vulgarmente apelidado, é a denominação indicada para definir a parte superior da cavidade bucal, onde há a divisão óssea e muscular, entre a cavidade nasal e a oral. 

Portanto, o expansor palatino causa uma leve pressão nessa zona, aumentando-a quanto à dimensão do arco dentário superior ou inferior do paciente. 

Dessa forma, os dentes moldam-se à estrutura bucal e alinham.

Que casos permite tratar?

O tratamento ortodôntico, com o expansor palatino, permite tratar os seguintes problemas:

  • Bruxismo: que se carateriza pelo apertar ou ranger dos dentes, em movimentos semelhantes aos da mastigação;
  • Sorriso estreito: quando no ato de sorrir os dentes de trás ficam com pouca visibilidade;
  • Mordida cruzada:  quando existe uma má oclusão na articulação dos maxilares, que às vezes pode confundir-se com a “boca torta”. 
  • Dentes inclusos ou impactados: desenvolvem-se quando o paciente apresenta um palato estreito, que, por consequência, limita o espaço para o crescimento dos dentes. 
  • Dentes apinhados ou encavalados: acontece, sobretudo, pela falta de espaço e pode levar ao desequilíbrio da oclusão dentária e ao aparecimento de tais problemas.
imagem de um caso de Mordida Cruzada
Um caso de Mordida Cruzada

Tipos de expansores palatinos

Os expansores palatinos variam de acordo com a idade e o formato do palato. Podem ser fixos e removíveis, com ou sem acrílico.

Os fixos têm de permanecer na boca durante o tempo todo de tratamento, mas, por causa disso, tendem a ter resultados mais imediatos.

Já os removíveis são mais confortáveis para os pacientes, principalmente nas horas de refeições e, além disso, são mais fáceis de higienizar. 

Em todo o caso, é muito comum que o paciente, depois dessas pausas, se esqueça de voltar a colocar o expansor, o que provoca atrasos no tratamento.

Expandores palatinos mais comuns

  1. O expansor Hyrax: é o modelo aplicado nos consultórios ortodônticos, além de ser o mais recomendado para as crianças e jovens, por ser fixo. Uma das vantagens de utilizar este aparelho em específico, em detrimento de outros, é que este permite ter resultados mais rápidos e em curtos espaços de tempo.
  2. O expansor Haas: não é muito diferente do expansor Hyrax, mas possui uma placa de acrílico, algo que dá mais suporte e estabilidade ao aparelho. Com este modelo, não fica com a sensação que tem algo solto, dentro da cavidade bucal. Mas, atenção, a placa de acrílico facilita a acumulação de alimentos no expansor, o que pode ser visto como uma desvantagem.
  3. O expansor McNamara: é o ideal para o tratamento de casos mais difíceis, visto ser constituído por anéis metálicos, que não necessitam de passar por entre os dentes. Neste expansor, a base da estrutura também tem função de suporte. Em particular, é que é capaz de proporcionar melhores resultados no tratamento.


O expansor palatino pode ser usado com o aparelho fixo?

Clinicamente, é possível, mas esta é uma questão um pouco controversa para os ortodontistas. 

Há quem defenda que o expansor palatino deve ser usado em separado do aparelho fixo, mas existem dentistas que usam os dois instrumentos ortodônticos ao mesmo tempo. 

Assim sendo, essa possibilidade deve ser avaliada pelo profissional de saúde responsável pelo tratamento clínico.

Usar expansor palatino dói?

Principalmente no período de adaptação, pode existir um ligeiro desconforto.

O que fazer para aliviar a dor?

Durante os primeiros dias de tratamento, pode colocar compressas frias na zona irritada, comer alimentos frios e consumir líquidos, de preferência. 

Se já colocou em prática estas recomendações e a dor não desapareceu, o ideal é tomar um analgésico de venda livre.

Caso, após a toma, a dor ainda for insuportável, deve voltar ao dentista, o mais rapidamente possível, para que este profissional possa avaliar a situação, impedindo o aparecimento de outros problemas, como a disfunção do palato.

Marcar Consulta

O expansor palatino dificulta a mastigação?

A utilização do expansor palatino pode dificultar o processo de mastigação dos alimentos. Assim sendo, é recomendável, no período inicial, ingerir alimentos moles que sejam fáceis de engolir, como por exemplo os ovos mexidos e evitar aqueles que são duros e mastigáveis, tal como a carne.

Retirar o expansor palatino dói?

Na altura de tirar o expansor palatino, é normal que não exista dor, porque o paciente já está habituado ao aparelho. O que pode existir é algum desconforto e uma ligeira irritação.

Em que idade se deve usar expansor palatino?

É possível realizar o tratamento com o expansor palatino em todas as idades.

Ainda assim, a altura ideal para colocá-lo é em criança, a partir dos 7 anos até aos 12-15 anos, antes de terminar o período de crescimento e do início da puberdade. Isto porque o palato na infância ainda está em formação.

Imagem de médico dentista em consulta

Os adultos podem usar?

Sim, pode. Mas a expansão do palatino é mais demorada e, em casos severos, pode ser necessária uma intervenção cirúrgica.

Neste tipo de tratamento, quanto mais cedo for realizado, melhor.

Qual é o tempo médio de tratamento?

O tempo de uso do expansor palatino varia e, habitualmente, depende do modelo e do tipo de material do aparelho, bem como da gravidade do caso.

Em criança, o tempo tende a ser mais curto do que em adulto (de 2 meses a 1 ano), uma vez que a expansão é mais fácil, porque o palato ainda está em formação. 

Nos adultos, não existem estimativas de tempo médio de tratamento. Tal depende, essencialmente, da gravidade do caso e da consequente avaliação do médico dentista.

Atenção: o uso de expansor palatino não elimina por completo a utilização de outros aparelhos ortodônticos, no futuro. Apenas, em alguns casos é que isso ocorre.

Cuidados a ter com o expansor palatino

A higiene com o expansor palatino é essencial para o sucesso do tratamento.

A limpeza é um pouco complicada, já que este aparelho se aloja no palato, uma zona de acesso limitado.

Mas é muito importante que esta seja feita, para impedir que os restos de comida permaneçam no expansor e provoquem o desenvolvimento de fungos ou bactérias.

Como limpar?

Não sabe como pode limpar o seu expansor palatino? Damos-lhe, agora, algumas dicas:

  • Lave os dentes e o expansor, em todas as refeições, com movimentos regulares;
  • Use fio dentário, ou escovilhão, para conseguir chegar a todas as partes do expansor;
  • Utilize, se achar necessário, uma seringa sem a agulha para conseguir administrar o enxaguante bucal, em zonas que são praticamente inacessíveis.

Além disso, é fundamental que visite regularmente o seu médico dentista. O indicado é duas vezes por ano, de 6 em 6 meses. 

Marcar Consulta

Como ajustar o seu expansor palatino?

Neste tratamento, realizam-se ativações ao expansor de uma a duas semanas.

Sabia que pode ajustar o seu expansor, sem ter que ir ao dentista?

Pode fazê-lo, seguindo estas instruções básicas:

  1. Incline a cabeça o mais para trás possível;
  2. Coloque a chave, que lhe foi entregue no início do tratamento pelo seu médico, no orifício do expansor;
  3. Empurre, com cuidado, a chave para a parte de trás da boca, até que a mesma pare e seja possível ver o próximo orifício do expansor;
  4. Remova, cuidadosamente, a chave, pressionando para trás e para baixo.

Atenção: Podem existir mais regras para ativar o seu expansor. Tudo vai depender do modelo que tiver. Também é muito importante não efetuar esta tarefa sozinho, peça alguém em casa para supervisionar essa tarefa..

DICA: Faça a ativação do seu expansor antes de ir dormir. Assim, quando acordar, já não vai sentir a dor, devido a isso.

Expansor palatino: antes e depois

O expansor palatino traz inúmeros benefícios para o paciente e, por isso, é amplamente utilizado. As mudanças na boca de um paciente do antes e depois são notórias. 

Conheça as principais vantagens:

  • A melhoria na fala e na mastigação;
  • A inibição de intervenções cirúrgicas, em certos casos;
  • O curto tempo de tratamento;

Conclusão

Neste artigo, mostramos-lhe como um expansor palatino pode contribuir para melhorar a saúde oral, bem como a autoestima de um paciente.

Este aparelho permite corrigir inúmeros problemas e é usado, com frequência, em tratamentos ortodônticos. 

Para que consiga os resultados que procura, é essencial que siga à risca as instruções do ortodontista. 

Não desista logo nos primeiros meses, quando aparentemente não vê as alterações.
Lembre-se, a persistência é a chave para o sucesso.

Ainda ficou com dúvidas? 

Então pode sempre entrar em contacto connosco. Será um gosto falar consigo. 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
xerostomia

Xerostomia: o que é, as causas e tratamento?

Receia que pode estar a sofrer de xerostomia? Neste artigo, fique a saber tudo sobre o que é, as causas e como a pode combater.
imagem exemplo de um blog

Tudo sobre a Sensibilidade Dentária: quais são os sintomas, as causas, e como tratar?

Neste artigo saiba como quais são as causas da sensibilidade dentária e de que forma a pode prevenir e tratar. Fique por dentro de tudo.
imagem de um implante dentário em titânio

Titânio: por que é tão importante para a Medicina Dentária?

O Titânio é um material muito polivalente e, melhor do que tudo, biocompatível. Neste artigo vai ficar a perceber porque é tão usado na Medicina Dentária.

Apenas em 50 segundos

Simule o Valor do Tratamento Dentário que procura.

Encontre a solução certa para si:

Quanto custará o seu Tratamento de

Aparelho Dentário ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

Sobre a
AngelSmile

foto clinica angelsmile lisboa

Obtenha o sorriso que sempre desejou de forma fácil e organizada.

Cada visita é planeada com clareza. Sabe sempre o que está a acontecer e o dinheiro deixou de ser umproblema impeditivo. Descubra

Apenas em 50 Segundos

Simule o Valor do Tratamento Dentário que procura.

Encontre a solução certa para si:

As nossas Clínicas

Tratamento à distância

©2021 AngelSmile.Todos os direitos reservados.
©2021 AngelSmile. Todos os direitos reservados.

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais