Fique a saber quanto custará o seu Tratamento de 

Implantes ?

Preço do tratamento de Implantes ?

logo principal AngelSmile

Implantes

Extração de Dente (Guia Completo) – Como funciona, Preços e a Recuperação

Imagem de um dente extraído

São várias as circunstâncias que podem levar o Médico Dentista a recomendar a extração de um dente. Isso é muito comum nos adultos e ninguém está livre disso.

Mas há quem, por receio, vá adiando esse procedimento. Será que isso se justifica?

Tire essa e outras dúvidas neste Guia que preparámos para si. 

Saiba, por exemplo, quando esta cirurgia é aconselhada, como se realiza e que cuidados devem existir durante a recuperação.

Vamos a isso?

Extração de dente: em que consiste?

Extrair-se um dente é, por vezes, algo mesmo necessário.  

Esta cirurgia é recomendada, sobretudo, quando algum dente está extremamente danificado e não existem outras opções de tratamento que o possam “salvar”. 

Mas não só. 

A exodontia – termo técnico – é realizada com frequência nos adultos, como resultado de vários tipos de problemas dentários – cárie dentária grave, infeção ou falta de espaço na boca, por exemplo. 

A remoção de um dente que está visível é relativamente simples. Por outro lado, quando este está abaixo da superfície (incluso), o processo já é mais complexo e trabalhoso. 

Qualquer dente pode ter que ser extraído, sendo que o terceiro molar (dente do siso) ganha um papel destaque, uma vez que provoca dores e outros problemas em boa parte das pessoas.

Geralmente, é extraído apenas 1 dente por consulta cirúrgica, embora também seja possível extraírem-se 2 ou 3 dentes, por exemplo – este procedimento é chamado de exodontia múltipla. 

Nas crianças também pode haver a necessidade de se extrair algum dos dentes de leite, embora seja algo menos comum.

imagem de médico dentista a remover um dente do siso

O que é a extração de um dente (ou exodontia)? Como funciona o processo?

A extração de de um dente pode ser dividida entre simples e cirúrgica. 

É simples quando o dente está visível na boca e é cirúrgica quando este não chega a sequer a nascer ou nasce apenas de forma parcial.

A Extração Simples

A extração simples é realizada com recurso a um anestésico local, para que não sinta dor. Neste casos, o Médico Dentista utiliza um elevador odontológico para libertar o dente e depois uma pinça para proceder à sua remoção.

A Extração Cirúrgica

Já na extração cirúrgica, além da anestesia local, pode também ser dado um anestésico intravenoso, para que se sinta mais relaxado durante o processo. 

Nos casos mais graves, a anestesia geral é aconselhada e, se isso acontecer, estará a “dormir” durante o processo. 

Para se extrair um dente incluso, é necessário fazer-se um corte ou uma pequena incisão na gengiva e retirar o osso que o cobre, antes de o remover. Por vezes, um dente difícil de puxar, pode ter que ser partido em pequenos pedaços.

Extrair um dente dói?

As mais recentes técnicas e avanços tecnológicos fizeram com que este processo se tornasse muito simples e praticamente indolor. 

Na realidade, é possível que sinta uma ligeira pressão, mas não é algo doloroso. 

Como já foi dito, o Médico Dentista utiliza anestesia para a realização do procedimento. E, para além do mais, após a cirurgia, são, por norma, prescritos medicamentos analgésicos para ajudar a aliviar as dores que possa sentir.

imagem de jovem mulher a queixar-se de dor nos dentes

Extração de dente por dente afetado ou localização

Todos os dentes podem ter, eventualmente, de ser extraídos. Perceba agora quais são as situações mais comuns.

Dente do siso

A extração do dente do siso é muito frequente, uma vez que são raras as pessoas que não se queixam de problemas. 

No fundo, deve ser realizada quando estes estão desalinhados e/ou causam inflamações, dores e outras complicações.

Geralmente, é uma cirurgia de curta duração. Ainda assim, o tempo varia conforme a forma, a posição do dente, bem como a gravidade do caso. 

Retirar um dente do siso que nasceu normalmente é mais simples do que extrair um dente do siso incluso ou semi-incluso – que não está visível ou apenas nasceu de forma parcial. 

Dente do Siso depois de ser extraído

Cárie dentária

Uma cárie dentária severa pode provocar danos irreversíveis nos dentes e, nesses casos, a extração dentária é a única coisa que se pode fazer.

Por exemplo, uma cárie grave pode levar a que as bactérias invadam a polpa dentária e causem uma infeção.

E quando essa infeção é séria, tirar o dente afetado surge como uma solução necessária para que esta não se espalhe

Dente de leite

Caso esteja muito danificado ou infetado, o dente de leite pode ter que ser extraído – de forma a evitar que a infeção se alastre, bem como para eliminar a dor que a criança está a sentir.

Extração para aparelho dentário

A extração dentária é algo muito frequente nos tratamentos ortodônticos.

Remover 1 ou 2 dentes, antes do aparelho ser colocado, ajuda a criar mais espaço na boca e, por vezes, é essencial para que se atinjam os resultados esperados.

imagem de um aparelho dentário metálico

Abcesso dentário

Nos casos em que o abcesso está muito grande e o dente extremamente danificado, é possível que o tenha mesmo que o retirar. 

Nestas situações, a opinião final é do Médico Dentista. Este é o profissional indicado para definir o que se deve fazer.

Periodontite

A extração do dente por doença periodontal é sempre vista como um último recurso. Mas pode ter que acontecer. Tudo depende do quão avançado está o problema.

Os cuidados pré e pós-operatórios

Antes da Cirurgia

Não são necessários grandes cuidados antes da cirurgia. Em todo o caso, é importante que mantenha os seus exames de rotina em dia, para prevenir possíveis complicações.

Além disso, opte por fazer refeições leves, nos dias anteriores ao procedimento, e siga à risca a medicação prescrita pelo dentista – caso precise de o fazer.

Nota: se tiver algum problema de saúde, fale abertamente sobre isso com o seu Médico Dentista.

Depois da cirurgia

Após a extração do dente, é fundamental que tenha vários cuidados, para que a cicatrização ocorra normalmente e não existam complicações, como a alveolite (infeção).

Então, o que deve fazer?

  1. Aplicar bolsa de gelo na bochecha para reduzir inchaço;
  2. Evitar esforços físicos nas primeiras 24 horas; 
  3. Evitar ficar deitado. E usar travesseiros para se apoiar. 
  4. Não comer alimentos duros;
  5. Fazer refeições leves;
  6. N
  7. Não fumar;
  8. Manter hábitos de higiene oral, mas evitar local da extração, 
  9. Não comer ou beber nada muito quente;
  10. Não enxaguar a boca nas primeiras 24 horas;
  11. Após 24 horas, pode enxaguar a boca com água morna e um pouco de sal;
  12. Tomar os medicamentos prescritos pelo Médico Dentista.

Imagem de Médico Dentista a analisar radiografia periapical

O que pode comer após a extração de dente?

O ideal é fazer refeições leves. Fique, a seguir, com alguns exemplos: 

  • Sopa;
  • Gelados;
  • Aveia;
  • Iogurte;
  • Ovos;
  • Queijo;
  • Sumos naturais;
  • Legumes;

Deve fazer repouso?

A recuperação é geralmente muito rápida, sendo que, em muitos casos, não é necessário período de repouso. Ainda assim, nos dias seguintes à cirurgia, devem ser evitados esforços físicos intensos.

Como cicatrizar?

É habitual que, 3 dias após a remoção do dente, as gengivas comecem a cicatrizar.

O período de cicatrização depende da dificuldade da cirurgia, bem como dos cuidados realizados no pós-operatório. 

Contudo, em geral, 1 semana depois, a abertura deixada pelo dente já deverá estar praticamente fechada e as gengivas deixam de estar inchadas e doridas.

Como dormir após extração de dente?

O mais aconselhável é que durma de barriga para cima, nos primeiros 3 a 7 dias. Não se recomenda que durma de lado ou mesmo de bruços, uma vez que isso pode adicionar pressão extra à área que está em recuperação.

Existem complicações?

Esta é uma intervenção bastante segura. Mas, como em todas as cirurgias, existem riscos e podem surgir algumas problemas:

  1. Alveolite dentária (infeção);
  2. Edema e hematomas;
  3. Hemorragia; 
  4. Inchaço, dor e sangramento extenso;
  5. Rigidez maxilar;
  6. Trismo;
  7. Lesão no nervo alveolar inferior;
  8. Alinhamento desajustado dos dentes;

Medicação para Extração de dente

É possível que o Médico Dentista receite alguns medicamentos, como é o caso dos antibióticos e dos analgésicos.

Antibiótico

Na maioria dos pacientes saudáveis, o sistema imunológico está preparado para lidar com as bactérias orais, que possam entrar na corrente sanguínea, por consequência da exodontia. 

Assim sendo, os antibióticos são prescritos apenas quando existem complicações, como a infeção.

De acordo com um estudo publicado na National Library of Medicine, este género de medicamentos quando “administrados a pessoas saudáveis, para prevenir infeções, podem causar mais danos do que benefícios, tanto para os pacientes individuais como para a população como um todo”.

imagem de embalagens de medicamentos

Outros medicamentos

Como forma de aliviar as dores que possam existir no pós-operatório, podem ser prescritas medicações anestésicas e antiinflamatórias, como o Paracetamol ou o Ibuprufeno.

Quanto custa extrair um dente?

O preço da intervenção varia conforme a complexidade do caso, bem como do local onde se realiza a cirurgia. A extração simples é mais barata do que a extração cirúrgica –  uma vez que, neste último caso, pode ser necessário fazer a secção da coroa do dente ou a remoção do osso e isso é algo bem mais complexo. 

Na AngelSmile, uma remoção simples custa 40 euros. Já a remoção mais complexa (quando se trata de um dente incluso) ronda os 150 euros.

E no caso específico do dente do siso?

A extração do dente do siso pode ser bastante simples, mas também muito complexa e, dependendo da situação, os valores da cirurgia, em Portugal, variam entre os 50 e os 250 euros.

Que soluções existem para compensar os dentes extraídos?

Muitas vezes, arrancar um dente pode trazer alguns problemas, caso não se compense o espaço que fica em aberto. Estes são alguns deles:

  • Diastemas;
  • Dificuldades de mastigação;
  • Perda de outros dentes;
  • Problemas na fonética;

Nesse sentido, é muito importante conversar com o Médico Dentista sobre isso, de forma a que se restabeleça a estética e a funcionalidade dentária. 

Nota: Quando se trata de dentes do siso, dentes de leite ou dentes retirados em tratamentos ortodônticos, esta questão geralmente não se coloca.

Perceba, a seguir, como pode substituir o dente ou dentes que perdeu.

Implantes dentários

É possível substituir apenas um dente ou a totalidade dos dentes em falta, com recurso a os implantes dentários. Os implantes são uma espécie de parafusos, feitos normalmente em titânio.

No fundo, são o tratamento de eleição para a substituição de 1 ou mais dentes, por 3 razões fundamentais:

  • Conforto;
  • Não dependem de mais nenhum outro dente;
  • Oferecerem grandes resultados estéticos e funcionais.

Imagem de 1 implante dentário

Próteses dentárias fixas

Na realidade, as próteses fixas tapam o ‘buraco’ deixado pelos dentes em falta, restabelecendo a função perdida e o aspeto estético.

Estas próteses não se podem retirar, no dia a dia, pelos pacientes. Isso é apenas possível em consulta com o Médico Dentista.

imagem de uma prótese fixa

Próteses dentárias removíveis

Uma prótese dentária removível pode ser retirada da boca pelo próprio paciente, a qualquer momento.

Existem dois tipos de prótese: as acrílicas e as esqueléticas. 

Estas também podem ser parciais ou totais. 

As próteses parciais utilizam-se nas pessoas que ainda têm alguns dentes. Já as totais são usadas nos pacientes que já não tem nenhum dente. 

Conclusão

A extração de um dente é, por vezes, inevitável. 

Uma infeção, uma cárie profunda ou dentes do siso que causem problemas recorrentes são algumas das possíveis razões para ter de realizar este procedimento.  

E, se for o seu caso, já sabe que não precisa de ter receio.

Como foi dito, a cirurgia é normalmente bastante simples, segura e nada dolorosa.  E na AngelSmile temos todos os recursos necessários para que esta seja um sucesso. 

Caso tenha mais alguma dúvida, pode sempre entrar em contacto. Estamos sempre disponíveis para ajudar. 

Marcar Consulta

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
imagem exemplo de um blog

Tudo sobre a Sensibilidade Dentária: quais são os sintomas, as causas, e como tratar?

Neste artigo saiba como quais são as causas da sensibilidade dentária e de que forma a pode prevenir e tratar. Fique por dentro de tudo.
imagem de um implante dentário em titânio

Titânio: por que é tão importante para a Medicina Dentária?

O Titânio é um material muito polivalente e, melhor do que tudo, biocompatível. Neste artigo vai ficar a perceber porque é tão usado na Medicina Dentária.
imagem de um dos tipos de aparelhos dentários

Tipos de aparelhos dentários – tudo o que precisa de saber

Quer ficar a conhecer que tipos de aparelhos dentários existem e qual poderá ser a melhor opção para o seu caso? Então descubra neste artigo.

Fique a saber quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

Quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

Sobre a
AngelSmile

foto clinica angelsmile lisboa

Obtenha o sorriso que sempre desejou de forma fácil e organizada.

Cada visita é planeada com clareza. Sabe sempre o que está a acontecer e o dinheiro deixou de ser umproblema impeditivo. Descubra

Fique a saber quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

As nossas Clínicas

Tratamento à distância

©2021 AngelSmile.Todos os direitos reservados.
©2021 AngelSmile. Todos os direitos reservados.

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais