Quer saber quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Preço do tratamento de Implantes ?

logo principal AngelSmile

Implantes

Gengivas Inflamadas: o que fazer?

imagem da gengiva inflamada

A sua gengiva está com uma cor avermelhada, fora do normal? Quando escova os dentes nota que existe sangramento? Isso são tudo sinais de gengivas inflamadas.

A Gengivite é um problema muito comum que, embora possa ser tratado, pode levar, em casos mais extremos, à perda de dentes ou à deterioração óssea.

Mas as consequências não ficam por aqui.

Estudos recentes indicam que as doenças das gengivas podem ter impacto no desenvolvimento de patologias muito sérias, como a diabetes, as doenças cardíacas ou a osteoporose, por exemplo.

Portanto, fique atento à gengivite. A deteção precoce é fundamental.

São muitas as pessoas que, hoje em dia, se arrependem de terem tomado uma atitude logo que os primeiros sintomas surgiram.

Neste artigo, vai descobrir são as causas mais comuns das doenças gengivais, os sintomas e o que deve fazer se estiver a passar por isso.

Tire todas as suas dúvidas!

O que é uma gengivite?

A gengivite é um problema causado por bactérias que se vão acumulando ao redor das gengivas e que, com o tempo, se transformam em placa bacteriana – uma película transparente e pegajosa – levando à infeção das gengivas.

É a primeira fase da doença gengival, sendo que nem sempre causa sintomas. Assim sendo, numa fase inicial, pode ser algo silencioso e, portanto, nem toda a gente se apercebe que sofre deste problema.

É comum as gengivas ficarem inchadas, inflamadas ou sensíveis à escovagem.

Existem outras variações da doença?

gengivite pode evoluir para a periodontite, caso não se tomem os devidos cuidados e seja realizado um tratamento adequado.

Na realidade, a periodontite trata-se da doença gengival, num estado já avançado. Desta forma, esta pode afetar o osso da mandíbula, levando a que os dentes fiquem soltos e possam, eventualmente, cair.

A periodontite envolve uma inflamação crónica grave, que causa uma destruição severa dos tecidos responsáveis pelo suporte dos dentes.

Em grande parte das pessoas, o processo de agravamento entre a Gengivite e periodontite acontece de forma muito gradual, ao longo de vários anos. Ainda assim, por vezes, observam-se casos avançados desta doença em pacientes jovens.

Além disso, há vários estudos que indicam que quem sofre desta condição tem mais probabilidade de vir a desenvolver de problemas cardíacos, diabetes e outras doenças graves.

Como é que consigo descobrir a diferença? 

Basicamente, quando a inflamação ataca apenas a gengiva é gengivite. Nestes casos, o problema é reversível, uma vez que o osso e o tecido conjuntivo não são afetados.

Por outro lado, quando já começa a deixar marcas na estrutura e suporte do dente, estamos perante uma periodontite. No fundo, é quando a inflamação atinge os tecidos, fibras e os ossos que suportam os dentes. Isso pode provocar a reabsorção óssea, a retração da gengiva e, em casos extremos, a perda de dentes.

INFOGRAFIA - Doença Periodontal
A doença gengival pode levar à perda de dentes

Como é feito o diagnóstico das gengivas inflamadas? 

Marque uma consulta no dentista caso as suas gengivas estejam inchadas, vermelhas e/ou sangre quando escova os dentes.

Nunca é de mais referir que é crucial que um problema gengival seja tratado logo numa fase inicial para que situações mais graves sejam prevenidas.

Além disso, os check-ups regulares, de 6 em 6 meses, são, de igual forma, muito importantes, porque a doença gengival nem sempre é dolorosa, nem dá sinais e, por isso, pode nem sequer saber que a tem.

No consultório, o Médico Dentista irá avaliar o estado geral da sua boca para que, com isso, se defina o melhor tratamento para cada caso. Normalmente, este profissional utiliza uma sonda periodontal – um bastão fino de metal com uma ponta dobrada.

Pode ser necessário ter ainda que se recorrer à utilização de raio-X, de forma a determinar, de uma forma concisa, a condição dos seus dentes e da sua saúde bucal.

Marcar Consulta

Tem a gengiva inflamada e inchada? Saiba o que deve fazer.

Caso a sua gengiva esteja inflamada, o melhor que pode fazer é escovar muito bem essa zona. Normalmente, nas situações em que há apenas uma inflamação leve das gengivas, um reforço nos hábitos de higiene oral é meio caminho andado para resolver esse problema.

Ainda assim, se essa circunstância se mantiver, o melhor mesmo passa mesmo por consultar o Médico Dentista, de forma a avaliar a sua situação.

Imagem de uma escova elétrica
Escovar bem os dentes é sempre a melhor solução

Como curar a gengiva inflamada?

Para curar uma gengiva inchada e inflamada deve escovar os seus dentes, de forma dedicada, 3 vezes por dia. Limpe muito bem todas as superfícies dentárias, sobretudo a parte das gengivas.

É muito provável que a sua gengiva sangre e fique mais sensível durante a escovagem. Contudo, mesmo que isso aconteça, não desista, porque é uma circunstância normal e essencial para a sua recuperação.

No final, complemente a escovagem com um elixir específico para problemas gengivais e não se esqueça de usar fio dentário, pelo menos uma vez por dia.

Neste artigo saiba, passo a passo, como deve escovar os dentes.

Como prevenir a gengivite?

Existem algumas coisas que pode fazer para manter as suas gengivas e os seus dentes saudáveis. Estes comportamentos podem fazer toda a diferença:

Escovar os dentes duas vezes por dia

Grande parte da placa bacteriana é retirada através de uma escovagem eficiente. Uma escova elétrica poderá ser uma excelente solução para si, uma vez que está provado que torna essa tarefa mais eficaz e reduz a probabilidade de vir a sofrer de problemas gengivais.

Usar o fio dentário entre os dentes com regularidade

O fio dentário é um bom aliado à escovagem para uma manutenção de uma higiene oral de qualidade.

Visitar o dentista com frequência

O Médico Dentista poderá detetar e tratar um problema gengival quando este está ainda no início. Esta é a melhor maneira de evitar que este se transforme em algo bem mais grave.

E, mesmo que ainda não exista qualquer condição associada, uma limpeza profissional é essencial e a única forma de se remover o tártaro e a placa bacteriana que “escapa” à escovagem diária.

Parar de fumar (se for o caso)

Só pelo simples facto de parar de fumar já estará a dar um enorme contributo para que a saúde oral melhore… e muito!

Optar por uma dieta equilibrada

Comer bem, de forma rica e variada, é importante para o seu sorriso, bem como para a sua saúde em geral, uma vez que contribui para o aumento da sua imunidade. Além disso, tente ficar bem longe dos doces e dos refrigerantes, que causam cáries dentárias e outros problemas.

imagem check-ups no dentista
Os checkups dentários, de 6 em 6 meses, são uma excelente forma de prevenir a gengivite

Quais são os sintomas da gengivite?

As gengivas saudáveis apresentam uma cor rosada e mantêm os dentes bem fixos no lugar.

Caso tenha gengivite, é normal que as suas gengivas fiquem vermelhas, inchadas e que sangrem, com relativa facilidade, quando são escovadas. 

Ainda assim, estas não são as únicas manifestações que este problema pode provocar.

Quais são os sintomas mais comuns?

A doença gengival pode-se manifestar através de muitos sintomas, tais como:

  • Gengiva vermelha e inchada;
  • Gengivas doridas e que sangram;
  • Dor na mastigação;
  • Dentes sensíveis;
  • Dentes soltos;
  • Mau hálito persistente
  • Salivação excessiva.

imagem de paciente com dor de dentes forte
É comum a gengivite provocar dor e sensibilidade da boca

E quais são os primeiros sinais a aparecer?

Numa fase inicial, em grande parte dos casos, a gengiva torna-se vermelha (e não rosada), sensível e pode haver sangramento, durante a escovagem ou até espontaneamente.

Causas das gengivas inflamadas

A grande causa dos problemas gengivais acontece devido ao acúmulo de placa bacteriana nos dentes – uma película densa de bactérias.

No fundo, quando esta não é removida, essencialmente através da escovagem, vai ganhando forma entre os seus dentes, o que irrita as gengivas.

Fatores que podem afetar as gengivas:

Maus hábitos de higiene

A placa bacteriana acumula-se nos dentes sobretudo quando a higiene dentária não é realizada da melhor forma. Escovar os dentes duas vezes por dia é essencial, bem como a utilização de fio dentário.

Quando existem dentes tortos

O desalinhamento dos dentes cria mais espaços para que a placa bacteriana se forme na boca. Para além disso, a higiene fica dificultada. Nesse sentido, são necessários cuidados extra para que se previnam possíveis problemas dentários.

Quando se é fumador

Fumar aumenta a probabilidade de vir a sofrer de problemas gengivais, tais como inflamações e infeções, uma vez que prejudica o normal funcionamento das células do tecido da gengiva. Se fuma, largue esse vício… pela sua saúde!

Pelo histórico familiar

Aparentemente, se na sua família houver um histórico de doenças gengivais, há um maior risco de vir a ter problemas nas suas gengivas. Se for o caso, fale com o seu dentista sobre isso.

Gravidez ou mudanças hormonais

Tanto a gravidez como os ciclos menstruais e as alterações hormonais que daí advêm podem tornar as gengivas mais sensíveis a sofrer problemas.

Por exemplo, durante a gravidez é aconselhado que se redobrem os cuidados com a saúde oral, já que os problemas gengivais durante esse período são mais comuns.

Medicação

Existem medicamentos que interferem com a saúde das suas gengivas. Na realidade, estes podem reduzir o fluxo da saliva e levar a que boca fique mais seca. Tal circunstância cria um terreno fértil para a disseminação mais rápida das bactérias.

Algumas doenças

Certas doenças graves, como o HIV e o cancro, enfraquecem o sistema imunológico, o que torna as gengivas mais frágeis.

Além do mais, os doentes com diabetes são mais propensos a virem a desenvolver infeções, devido à diminuição da capacidade do corpo usar o açúcar no sangue.

Médico Dentista a falar com o paciente

Existe algum tratamento para as gengivas inflamadas?

Normalmente, a inflamação das gengivas não requer um tratamento muito complexo. Em primeiro lugar, é importante perceber quais são os motivos que tornam uma pessoa mais suscetível a sofrer de doenças gengivais.

Depois disso, o caminho passa por eliminar a placa bacteriana, que desencadeia a doença, tentando, ao mesmo tempo, estabelecer excelentes práticas de saúde oral.

Na maior parte dos casos, uma higiene bucal cuidada e limpezas profissionais regulares são suficientes para que este problema seja resolvido.

Ainda assim, se existirem alguns fatores de risco, tal como o tabagismo ou a diabetes não controlada, estes precisam de ser, desde logo, eliminados para o sucesso do tratamento da gengivite.

Qual é o tratamento ideal para a gengivite?

O melhor que pode fazer nestes caso é passar fio dentário e fazer uma boa higiene com a escova, todos os dias. Além disso, é fundamental que use uma escova macia, já que este tipo de escova não magoa a gengiva.

Na realidade, se escovar bem as gengivas, ao longo do tempo, o inchaço e a vermelhidão desaparecem gradualmente, bem como o sangramento.

Uma gengivite não é tratada de um dia para o outro. Por exemplo, o seu dentista não irá conseguir tratar esse problema logo na primeira consulta. Ainda assim, uma limpeza geral da boca vai melhorar a condição das suas gengivas, contribuindo, de igual forma, para o sucesso do tratamento.

E no caso da periodontite, o que devo fazer?

Quando a gengivite não é tratada e se torna em periodontite, a abordagem já terá que ser bem mais complexa. Como já foi dito, esta é uma doença mais grave, que não tem cura. Contudo, pode ser tratada com eficácia.

Numa fase inicial, é crucial estagnar e controlar uma possível progressão do problema, através de uma avaliação criteriosa e cuidada por parte do Médico Dentista.

Além disso, poderá ser necessária a realização de uma cirurgia, de forma que se obtenha acesso a todas as superfícies dos dentes. O objetivo é que se realize uma limpeza mais completa.

O tratamento da periodontite é imprescindível. Esta é a principal causa para a perda de dentes em adultos.

Marcar Consulta

Quais são os diferentes tratamentos que se podem fazer?

  • Aconselhamento de higiene oral: o Médico Dentista poderá dar conselhos sobre as melhores técnicas e ferramentas para uma escovagem mais eficaz;
  • Limpeza dentária: o tártaro e a placa são retirados e os dentes polidos e tratados com flúor. Em pacientes com periodontite avançada, pode ser necessário levar-se a cabo mais do que uma intervenção.
  • Antibióticos: estes medicamentos são eficazes no tratamento de infeções persistentes, que não respondem às medidas de higiene oral.
  • Cirurgia: nos casos mais graves de periodontite, pode ser necessário proceder-se a uma intervenção cirúrgica. Basicamente, levanta-se ligeiramente a gengiva para se limpar a raiz em profundidade. Em algumas situações, tem que se realizar um enxerto do osso e/ou da gengiva.

Tratamento dentário na AngelSmile
A limpeza dentária é muito eficaz a remover o tártaro e a placa bacteriana

Quais os medicamentos recomendados para tratar as gengivas inflamadas? 

Por vezes, o Médico Dentista pode prescrever certos medicamentos quando as infeções são persistentes e não melhoram com um reforço das medidas de higiene oral.

Existem medicamentos para tratar a inflamação?

Geralmente, são receitados antibióticos, como o Metronidazol ou Amoxicilina, sendo que este último não é recomendado para pessoas alérgicas à penicilina. Em todo o caso, estes são medicamentos sujeitos a receita médica e só os deve tomar por indicação do Médico Dentista.

Além disso, uma vez que a gengivite pode provocar dores de dentes e mais desconfortos, é freuqprescritos analgésicos anti-inflamatórios, como o Paracetamol e o Ibuprofeno.

Um gel pode ser a solução adequada?

Atualmente, existem no marcado géis que se podem aplicar nas gengivas. Estes não são, por si só, uma solução milagrosa. Ainda assim, podem ajudar a combater o problema, uma vez que promovem a diminuição da inflamação e têm propriedades antisséticas.

Onde estes medicamentos podem ser adquiridos?

Todos estes medicamentos podem ser adquiridos em farmácias. Porém, no caso dos antibióticos, a compra só está autorizada com receita médica.

imagem de embalagens de medicamentos
Por vezes, os antibióticos são prescritos no tratamento das doenças gengivais

O seu bebé tem as gengivas inflamadas? Perceba o que que deve fazer.

Por norma, quando a gengiva do bebé está inchada e vermelha é sinal de que os dentinhos estão a nascer. Além disso, podem existir algum sintomas associados como febre baixa, perda de apetite, insónia e irritabilidade. Esta é um situação que desaparece assim que os dentes nascem.

Mas este não é único motivo que provoca a inflamação das gengivas nos bebés. Há outras razões, geralmente mais graves, que precisa de ter muita atenção, tais como:

Gengivite por erupção: trata-se de uma pequena inflamação gengival, que acontece quando o dente nasce, rasgando a gengiva. Este problema pode-se agravar, caso não existam bons cuidados de higiene bucal – evoluindo para uma gengivite eruptiva.

Trauma: também pode observar-se o inchaço nas gengivas dos bebé, depois de alguma queda ou ferimento, embora não seja algo muito comum.

Gengivo-estomatite herpética: esta é uma infeção primária pelo vírus herpes simples. Acontece, em grande parte dos casos, em crianças entre os 6 meses e os 5 anos de idade. Contudo, também pode ocorrer em crianças mais velhas e adolescentes. Normalmente, existe febre, insónias, mal-estar e perda de apetite, bem como com manifestações na boca (inflamação e formação de vesículas).  

Crescimento anormal das gengivas (medicação): alguns medicamentos, tais como os imunossupressores e os anticonvulsionantes, podem afetar a gengiva, causando inchaço.  

É normal existir nos bebés?

Sim, é algo normal, se tiver a ver com a erupção dos dentes. Neste caso, é comum existir inflamação e inchaço na gengiva dos bebés, entre os 4 e 9 meses. Ainda assim, esse período é um pouco variável, uma vez que a fase de crescimento é diferente de criança para criança.

O inchaço associado à dentição tem lugar no local da gengiva onde o dente está a emergir, sendo que esta zona tem tendência para ficar bastante sensível. Na realidade, pode sentir um caroço duro sempre que tocar no local onde o dente irá nascer.

Qual é o tratamento?

Na verdade, não existe nenhum tratamento para a inflamação das gengivas associada à erupção dos dentes.

É possível que o medico receite analgésicos anti-inflamatórios, como o Ibuprofeno ou Paracetamol, de forma a lidar com a febre, dores e outros sintomas que possam estar ligados a este problema.

Ainda assim, tenha sempre em atenção que nenhum gel ou medicamento deve ser utilizado sem indicação médica.

Como detetar se é urgente ir ao médico?

Deve consultar um médico se notar um inchaço atípico nas gengivas do seu bebé e se esse problema for acompanhado de algum dos seguintes sintomas:

  • Lábios, garganta e língua vermelhas e inchadas;
  • Febre alta;
  • Erupções e bolhas no corpo;

Conclusão

A gengiva inflamada não é por si só uma circunstância que levante grandes preocupações.

O grande problema é que, se não for tratada, pode ter implicações graves e irreversíveis.

Por isso mesmo, assim que apareçam os primeiros sinais de inflamação procure, de imediato, um Médico Dentista, de forma a avaliar a sua situação.

Neste artigo ficou a conhecer quais são as causas principais que levam ao aparecimento das doenças gengivais e também como estas podem ser prevenidas e tratadas.

Esperámos que as informações que lhe trouxemos tenham sido úteis para si.

Sofre deste problema ou ficou com mais alguma dúvida?

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
xerostomia

Xerostomia: o que é, as causas e tratamento?

Receia que pode estar a sofrer de xerostomia? Neste artigo, fique a saber tudo sobre o que é, as causas e como a pode combater.
imagem exemplo de um blog

Tudo sobre a Sensibilidade Dentária: quais são os sintomas, as causas, e como tratar?

Neste artigo saiba como quais são as causas da sensibilidade dentária e de que forma a pode prevenir e tratar. Fique por dentro de tudo.
imagem de um implante dentário em titânio

Titânio: por que é tão importante para a Medicina Dentária?

O Titânio é um material muito polivalente e, melhor do que tudo, biocompatível. Neste artigo vai ficar a perceber porque é tão usado na Medicina Dentária.

Apenas em 50 segundos

Simule o Valor do Tratamento Dentário que procura.

Encontre a solução certa para si:

Quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

Sobre a
AngelSmile

foto clinica angelsmile lisboa

Obtenha o sorriso que sempre desejou de forma fácil e organizada.

Cada visita é planeada com clareza. Sabe sempre o que está a acontecer e o dinheiro deixou de ser umproblema impeditivo. Descubra

Apenas em 50 Segundos

Simule o Valor do Tratamento Dentário que procura.

Encontre a solução certa para si:

As nossas Clínicas

Tratamento à distância

©2021 AngelSmile.Todos os direitos reservados.
©2021 AngelSmile. Todos os direitos reservados.

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais