Prótese dentária: fixa ou removível - Qual a mais indicada?

Falta-lhe um ou mais dentes? Tem complexos em sorrir em público porque tem uma falha? Sente dificuldades em mastigar alimentos mais duros? 

 

Se a resposta é ‘sim’, saiba que a prótese dentária pode ter um impacto muito positivo na sua vida. 

 

Antes de mais, é extremamente importante que os dentes que tem em falta sejam substituídos o mais depressa possível. 

 

Com isso, estará a evitar possíveis complicações para a sua saúde oral. 

 

No caso das próteses, há várias opções, entre fixas e removíveis. 

 

Em condições normais, as soluções fixas são as mais indicadas.

 

Ainda assim, de forma a restabelecer a estética, existem várias alternativas, mesmo removíveis, que deve conhecer.

 

Neste artigo perceba qual é a mais indicada para si.

 

Vamos a isso?

O que são próteses dentárias?

As próteses são dispositivos que têm como função substituir os dentes e outras estruturas orais, tais como a gengiva e o osso. Assim sendo, através da colocação de prótese dentária, é possível restabelecer a função mastigatória. 

Além do mais, o paciente passa também a conseguir falar e sorrir corretamente. Mais do que uma solução estética, as próteses dentárias permitem recuperar a autoestima e a qualidade de vida.

Basicamente, existem dois tipos de próteses: as próteses removíveis e as próteses fixas. 

Próteses removíveis

Exemplo de prótese removível
Exemplo de uma prótese removível

Uma prótese dentária removível é aquela que pode ser retirada da boca pelo próprio paciente, a qualquer momento.

Dentro das próteses removíveis existem as próteses esqueléticas e as próteses acrílicas

Próteses esqueléticas

As próteses esqueléticas têm um esqueleto metálico que lhes permite ter uma espessura mais fina. 

 

Para além disso, são também mais resistentes, quando comparadas com as acrílicas. Ainda assim, os ganchos metálicos que apoiam a prótese nos dentes saudáveis, podem criar, quando estão visíveis, problemas estéticos.

 

Um dos pontos a favor é que a adaptação do paciente torna-se mais rápida em comparação com a prótese acrílica. 

 

Em todo o caso, necessitam de dentes para se apoiarem.

Próteses acrílicas

A prótese acrílica não necessita dessa sustentação através dos dentes. Sendo assim, com esta opção, é possível realizar-se reabilitações totais em pacientes sem qualquer dente na boca. 

Preço

Devido às diferentes características de cada prótese, o preço também varia. No entanto, a acrílica acaba por ser a prótese mais económica.

Próteses fixas

Exemplo de prótese dentária fixa
Exemplo de uma prótese fixa

As próteses fixas são a melhor solução para se substituir dentes naturais perdidos. 

 

Podemos dividir este tipo de próteses em duas categorias: próteses fixas apoiadas nos dentes e próteses fixas apoiadas em implantes

 

As próteses fixas garantem uma qualidade de vida muito superior em comparação com as próteses removíveis. Em traços gerais, estas opções simulam aquilo que são os dentes naturais. 

 

O que as próteses fixas fazem é ocupar o ‘buraco’ deixado pelos dentes em falta, restabelecendo a função perdida e garantindo, ao mesmo tempo, um aspeto estético bastante atrativo e uma maior facilidade de adaptação. 

 

Estas próteses não podem ser retiradas, no dia a dia, pelos pacientes. Isso é apenas possível em consulta com o Médico Dentista. 

Boca com prótese dentária fixa em grande plano, com recurso a um afastador
Um dos nossos pacientes com a prótese fixa já colocada

Para quem é recomendada?

A prótese dentária é uma solução que está indicada para qualquer pessoa que tenha falta de um ou mais dentes.

 

Por certo, existem vários critérios que têm que ser levados em conta na altura de se proceder à escolha da prótese:

  • Presença de dentes e a qualidade dos mesmos;
  • Facilidade de higiene do paciente;
  • Preço;
Antes e depois num caso de prótese fixa
Prótese fixa: antes e depois

Como funciona o processo de adaptação à prótese?

A adaptação é muito mais rápida nas próteses fixas do que nas próteses removíveis. A persistência é chave para que este processo seja mais rápido e harmonioso. 

Assim sendo, nunca se deve retirar a prótese dentária quando o problema é apenas dificuldade de adaptação. Mais tarde ou mais cedo, o paciente acabar por se habituar. 

Durabilidade de uma prótese dentária

Se devidamente bem tratada, uma prótese dentária pode durar muitos anos.

Ainda assim, no caso das próteses removíveis, os cuidados têm que ser redobrados. Devem ser manuseadas com prudência, uma vez que é comum quebrarem-se quando caem, por exemplo. 

Outra coisa que pode ter um efeito muito negativo nas próteses é o tabaco, já que os cigarros enfraquecem a estrutura óssea, potenciando, dessa forma, falhas no implante.   

Cuidados a ter com as próteses fixas e removíveis

Próteses fixas

Os cuidados a ter após a colocação de uma prótese dentária fixa são semelhantes aos que se devem ter com a dentição natural. 

É muito simples. Basta, para isso, que escove os dentes com a escova e a pasta dentífrica que costumava utilizar. 

Além disso, nunca se esqueça também de utilizar o fio dentário. Existem soluções no mercado que são especificamente pensadas para o caso das próteses. Geralmente, estes fios são construídos com pontas mais duras. 

Próteses removíveis

Tal como já foi dito, este tipo de próteses requerem outro tipo de cuidados. Por exemplo, a limpeza deve ser feita fora da boca. A melhor solução passa por cobrir o lavatório com uma toalha para prevenir possíveis quedas e danos. 

 

Além disso, é muito importante que tenha em conta alguns comportamentos: 

 

1 – Mergulhá-las em água quando não estiverem em uso.

 

2 – Escová-las diariamente, de forma a remover os resíduos dos alimentos e a placa bacteriana. Assim, evita também que as próteses fiquem com manchadas. 

 

3 – Escovar a gengiva, língua e céu da boca, todas as manhãs, com uma escova de cerdas macias, antes de inserir as próteses. Esse pequeno procedimento promove a circulação nos tecidos e ajuda a remover a placa.

 

4 – Não utilizar um pasta dentífrica normal: deve-se usar uma pasta indicada para esse efeito, que será recomendada pelo seu Médico Dentista. Os dentífricos tradicionais podem promover a erosão da prótese. 

 

5 – Utilizar pastilhas efervescentes ou opte pela espuma: É um belo complemento à escovagem. Estas duas soluções ajudam a deixar as próteses mais limpas e frescas. Além do mais, eliminam os micróbios que provocam o mau hálito e atuam na remoção das manchas. 

 

6 – Não higienizar a prótese com a faca ou com o garfo. Tal circunstância pode causar riscos e, além disso, aumenta a probabilidade dos alimentos se colarem aos dentes. 

 

7 – Ir ao dentista, se algo acontecer às próteses ou se estas ficarem soltas na boca. Não tente ajustá-las porque isso poderá danificá-las ao ponto de não poderem ser reparadas.

São necessárias consultas de manutenção?

As consultas de manutenção são indispensáveis. 

 

Caso não haja esse cuidado, ou se existirem maus tratos com a prótese, estas podem-se fraturar ou ficar desadaptadas.

 

É imprescindível que tenha isso em atenção porque tal circunstância pode levar a outro tipo de problemas na cavidade oral.

 

Desta forma, se uma prótese partir, deve ser retificada. Para isso, o paciente terá que se dirigir-se à clínica dentária com a maior das brevidades. 

Próteses e implantes: as diferenças

Os implantes são, de momento, o tratamento de eleição para a substituição de um ou mais dentes, por vários motivos:

 

  1. Conforto;
  2. Não dependerem de mais nenhum outro dente;
  3. Oferecerem os melhores resultados estéticos e funcionais;

 

É possível substituir apenas um dente ou a totalidade dos dentes em falta, com recurso aos implantes dentários. Os implantes são uma espécie de parafusos, que servem para substituir de forma fixa os dentes perdidos. 

 

Normalmente, são feitos em titânio – um material que é compatível com o nosso organismo. 

 

Já as próteses referem-se, em geral, a estruturas removíveis – nas quais o próprio paciente pode retirá-las e colocá-las – e que têm como função substituir dentes que estão em falta. 

 

Conclusão

As próteses dentárias são excelentes soluções para quem quer resolver o problema da falta de dentes.

 

Neste artigo ficou a conhecer várias opções e modelos. 

 

Está a pensar em optar por algum em concreto?

 

E se tem mais alguma dúvida sobre este assunto, entre em contacto connosco. 

 

Estamos totalmente disponíveis para ajudar.  

Drº Filipe Bernardino

Médico Dentista na AngelSmile.