Fique a saber quanto custará o seu Tratamento de 

Implantes ?

Preço do tratamento de Implantes ?

logo principal AngelSmile

Implantes

O que é a Pulpite? Saiba como identificar e tratar

imagem de paciente com pulpite (dente infflamado)

Tem sentido uma dor acentuada em algum dos seus dentes? Esse desconforto é acompanhado por um formigueiro e sensibilidade dentária (ao quente ou ao frio)? Esses são todos sinais de pulpite (inflamação dentária), que precisa de ter em atenção. 

Neste artigo saiba quais são as causas desta condição, que sintomas provoca e quais são as melhores opções de tratamento. 

Tire todas as suas dúvidas. 

Vamos a isso?

O que é a Pulpite?

A pulpite é a inflamação da polpa dentária.

A polpa dentária é parte mais interna do dente e é uma camada macia composta por vasos sanguíneos, nervos e tecido conjuntivo mole.

Muitas vezes, considera-se como a parte viva ou o ‘coração’ dos dentes. 

Quando a polpa está inflamada, o sinal mais comum é sentir dor no nervo do dente. 

Tipos de Pulpite

A pulpite pode ser dividida em dois grandes grupos: a reversível e a irreversível

Pode-se considerar como uma pulpite reversível aquela que apresenta uma inflamação leve e que, portanto, a polpa dentária pode ser salva. 

Já a pulpite irreversível surge quando a inflamação é grave e a polpa não pode ser salva. 

A pulpite pode ainda manifestar-se de forma aguda ou crónica

Pulpite Aguda

Fala-se em pulpite aguda quando a inflamação se agrava rapidamente e os sintomas são rápidos e intensos. Os sintomas podem durar de 2 a 14 dias. 

Pulpite Crónica

Na pulpite crónica a inflamação evolui mais lentamente e, por norma, não provoca tantos sintomas quanto a aguda. Em certos casos, pode ainda ser assintomática e difícil de detetar. 

Por degradar de forma extensa a polpa do dente, este tipo de pulpite torna-se muitas vezes irreversível. 

A pulpite crónica também pode ser:

  • Ulcerativa: existe sangramento e exposição da polpa; 
  • Hiperplásica: quando se desenvolve um pólipo causado pela inflamação;
  • Escloresante: é comum em idosos, já que surge, de forma gradual, com o avançar da idade.

Que sintomas provoca?

As pulpites podem ser sintomáticas ou assintomáticas. Dentro das sintomáticas, o principal sintoma é a dor no dente, que se acentua quando está a mastigar ou a comer ou beber algo muito frio ou quente (sensibilidade dentária). 

Tanto a pulpite reversível como a irreversível podem causar dor. 

Ainda assim, no caso da pulpite reversível os sintomas tendem a ser mais leves, podendo ocorrer apenas durante a alimentação. 

Por outro lado, na pulpite irreversível é frequente existirem dores mais intensas, que podem surgir tanto de dia como de noite. 

Outros sintomas comuns: 

  • Dificuldade em comer;
  • Mau hálito;
  • Inchaço na boca;
  • Gânglios linfáticos inchados;
  • Febre.

Imagem de paciente com sensibilidade dentária
A dor de dentes associada à sensibilidade dentária são sintomas muito comuns da pulpite

Quais são as causas?

São vários os estudos que indicam que a principal causa da pulpite é a cárie dentária

Mas porquê?

Porque na sequência de uma cárie não tratada podem surgir bactérias que agridem o tecido pulpar via túbulos dentinários. Ao fim ao cabo, se a cárie atingir a polpa dentária é originada uma infeção. 

Ainda assim, como já foi dito, esta não é a única causa. A pulpite também pode ocorrer devido aos seguintes fatores:

  • Lesão ou trauma no dente;
  • Dente fraturado;
  • Bruxismo;
  • Maloclusão;
  • Radiação e quimioterapia;
  • Procedimentos odontológicos invasivos (repetidos).

carie dentária
A cárie dentária é a causa principal da pulpite

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da pulpite é feito por um Médico Dentista, através de um exame clínico. Para isso, realiza-se uma avaliação à boca do paciente, tendo sempre em linha de conta os sintomas manifestados.

Além disso, também é frequente realizarem-se outros exames complementares para determinar a extensão do problema, entre os quais: 

  1. Raio-X: para verificar a existência e extensão de cáries;
  2. Teste de Sensibilidade: para perceber se existe desconforto quando o dente é confrontado com o frio ou com calor;
  3. Teste elétrico da polpa: realiza-se uma descarga elétrica de baixa intensidade à polpa do dente – se essa carga for sentida é sinal que a pulpite pode ser reversível.

Marcar Consulta

Tratamento da Pulpite

O tratamento varia conforme o tipo de pulpite (reversível ou irreversível). 

Tratamento da pulpite reversível 

Nas pulpites que são reversíveis, a polpa volta ao normal assim que se trata o motivo dessa inflamação. 

Assim sendo, se o motivo for por exemplo uma cárie dentária, o Médico Dentista deve remover a área afetada e restaurá-la com um material próprio. 

Tratamento da pulpite irreversível

Como já foi dito, a pulpite irreversível surge quando o nervo fica gravemente comprometido e a inflamação não pode ser revertida. 

Contudo, em muitos casos, é possível salvar o dente – só apenas em algumas situações (mais extensas) é que se torna necessário extraí-lo. 

Para isso, a polpa do dente deve ser removida e substituída por um material inerte, num procedimento que é chamado de pulpectomia ou desvitalização. Assim, o resto do dente permanece intacto. 

imagem de médica dentista a desvitalizar um dente
Em muitos casos, a desvitalização permite salvar dentes com pulpite extensa

Tem cura?

Sim, ambos os tipos de pulpite têm solução, que pode ir de uma simples obturação até a extração do dente afetado. 

Se tem dores, não deixe que esse problema se arraste. Marque uma consulta no Médico Dentista e perceba qual é a melhor opção de tratamento para o seu caso.

Marcar Consulta

Alívio das dores

Para o alívio das dores causadas pela pulpite, geralmente prescreve-se antiinflamatórios não esteroidais (AINESs).

Cabe ao Médico Dentista indicar-lhe a dose certa e periodicidade da toma. Se no seu caso precisar de realizar uma desvitalização ou a extração de um dente, é possível que lhe seja receitado um analgésico mais forte.

Pode ser necessário tomar antibiótico?

Em caso de pulpite purulenta (com pus) ou com indicadores de infeção, pode ser necessária a toma de antibióticos. Cabe ao Médico Dentista decidir qual é a melhor estratégia de tratamento para cada paciente. 

Como prevenir a pulpite?

A melhor forma de evitar a pulpite é mantendo hábitos de higiene oral bem cuidados, sem nunca esquecer as idas regulares ao dentista. 

É também muito importante que siga uma alimentação equilibrada, bem longe dos açúcares.

Por último, proteger os seus dentes com goteiras próprias para o efeito também pode fazer toda a diferença. 

Conclusão

Neste artigo ficou a saber que a pulpite pode ser reversível ou irreversível. E que existem soluções para ambos os casos. 

Seja qual for o caso, precisa sempre de tratamento dentário. Portanto, se está a sofrer com isso, é importante marcar uma consulta no Médico Dentista para que o tratamento seja o mais simples possível. 

Gostou deste artigo?

Continua com dúvidas? É sempre possível. 

Se é o caso, pode sempre entrar em contacto. Será um gosto falar consigo.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
imagem exemplo de um blog

Tudo sobre a Sensibilidade Dentária: quais são os sintomas, as causas, e como tratar?

Neste artigo saiba como quais são as causas da sensibilidade dentária e de que forma a pode prevenir e tratar. Fique por dentro de tudo.
imagem de um implante dentário em titânio

Titânio: por que é tão importante para a Medicina Dentária?

O Titânio é um material muito polivalente e, melhor do que tudo, biocompatível. Neste artigo vai ficar a perceber porque é tão usado na Medicina Dentária.
imagem de um dos tipos de aparelhos dentários

Tipos de aparelhos dentários – tudo o que precisa de saber

Quer ficar a conhecer que tipos de aparelhos dentários existem e qual poderá ser a melhor opção para o seu caso? Então descubra neste artigo.

Fique a saber quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

Quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

Sobre a
AngelSmile

foto clinica angelsmile lisboa

Obtenha o sorriso que sempre desejou de forma fácil e organizada.

Cada visita é planeada com clareza. Sabe sempre o que está a acontecer e o dinheiro deixou de ser umproblema impeditivo. Descubra

Fique a saber quanto custará o seu Tratamento de

Implantes ?

Responda ao nosso Quiz e personalizaremos o seu sorriso.

As nossas Clínicas

Tratamento à distância

©2021 AngelSmile.Todos os direitos reservados.
©2021 AngelSmile. Todos os direitos reservados.

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais

Damos valor à sua privacidade. Ao clicar em "Aceitar", concorda com o armazenamento de cookies no seu dispositivo para uma melhor experiência por parte do utilizador e ajudar nas nossas iniciativas de marketing. Saiba mais